Saiba mais sobre a indústria plástica brasileira

Muitas vezes, a indústria plástica brasileira pode passar despercebida para quem é leigo no assunto, mas ela é, sem dúvida, uma das que possui maior potencial no cenário econômico nacional, conquistando o seu espaço de maneira positiva. 

Os números relacionados ao setor são bastante otimistas, e mostram o quanto esse segmento é importante para o desenvolvimento da indústria como um todo. 

Para começar, a indústria do plástico é uma das áreas que mais emprega pessoas no Brasil, ficando em quarto lugar no ranking. Em vagas de trabalho, esse número representa 326 mil colaboradores atuando no setor. 

Grande parte desses resultados vem das microempresas: eles representam 73% do número de companhias ativas na área. Na sequência, as pequenas empresas são 22%, e as médias 5%. Com isso, todas elas somam 11.559 companhias em funcionamento. 

O faturamento anual do setor também chega a impressionar, atingindo R$ 62,2 bilhões, e podendo sempre alcançar novos patamares. 

Isso quer dizer que uma fábrica de moldes plásticos possui um grande potencial de desenvolvimento, e pode conquistar um espaço de destaque no mercado, além de um ganho cada vez mais interessante. 

Em termos de produção, vale salientar mais alguns dados importantes: cerca de 70% da indústria é responsável por commodities, e 30% fica encarregada de outros produtos que utilizam o material. 

Depois de conhecer informações como essas, certamente o setor da indústria plástica nacional despertou a sua atenção, não é mesmo?

Então, para entender um pouco mais sobre ela, siga na leitura deste conteúdo e conheça outros pontos relevantes envolvendo a área e o crescimento dela. 

A transformação da indústria do plástico

A indústria do plástico é responsável por fornecer uma série de elementos utilizados no cotidiano das pessoas. Isso envolve desde uma mangueira para compressor de ar até as sacolinhas utilizadas para as compras de supermercado. 

Ao se pensar em como eram realizados os processos em tempos passados, é possível deduzir que eles tomavam tempo e que poderiam ser mais lentos, principalmente em épocas onde a tecnologia era inexistente ou inacessível. 

Porém, com o passar do tempo, o cenário da indústria do plástico e de vários outros tipos de estabelecimentos foi transformado de forma positiva, contando com recursos que se tornaram indispensáveis para o funcionamento de diversas fábricas. 

Entre eles, é possível mencionar:

  • A automação de processos;
  • A indústria 4.0;
  • A inteligência artificial;
  • A impressão 3D. 

A automação de processos é um dos elementos mais importantes para o setor. Isso porque a produção de luvas para limpeza em geral, por exemplo, ganhou novas características, em termos de agilidade e de custos. 

Assim, se antes a confecção de várias unidades poderia demorar dias, hoje é possível que ela seja concluída em poucas horas, graças à automatização presente em diversos tipos de maquinários industriais. 

Nesse sentido, a indústria 4.0 é a grande responsável pela melhoria nos processos fabris. Afinal, ela une aspectos tecnológicos de última geração e aplica-os no setor, possibilitando que o trabalho seja cada vez mais eficaz e com maior qualidade. 

Com o auxílio de sistemas específicos, que envolvem o Big Data e o aprendizado da máquina, vários dos dados gerados em procedimentos da indústria fornecem subsídios para a otimização da rotina e, por consequência, para a realização das atividades. 

A inteligência artificial é outro elemento importante que, quando aplicado na prestação de serviços de automação industrial, traz para um estabelecimento diferentes soluções em termos de automação e de gerenciamento da produção. 

A própria impressão 3D é um recurso que se tornou indispensável para esse setor, pois permite que algumas das suas necessidades sejam cumpridas em um tempo muito menor do que era possível anteriormente. 

Um exemplo disso é a elaboração e a impressão de um projeto de moldes para injeção de plásticos, que após a sua conclusão já pode ser usado em um equipamento para a produção de um pedido recebido. 

Por isso, a indústria do plástico vem passando por uma transformação bastante positiva, o que influenciará não apenas na otimização da sua demanda, como também no seu valor e nos seus processos. 

O que é a injeção de termoplástico e como ela funciona?

Uma das atividades mais comuns da indústria de plásticos é a injeção de termoplásticos, processo onde acontece a produção de itens específicos com o uso de polímeros, que nada mais são do que partículas de plástico. 

Para tanto, é necessário que o maquinário receba um molde, que deve ser desenvolvido previamente para fornecer o formato adequado do produto que se deseja fabricar. 

Uma embalagem blister, por exemplo, depende de um molde que fará com que ela ganhe os contornos necessários para que o cliente consiga armazenar um produto e, por isso, em muitos casos, o protótipo é desenvolvido de maneira exclusiva. 

Com o molde já posicionado no equipamento de injeção, a produção é iniciada, de modo que os polímeros já derretidos vão sendo aplicados na moldura, garantindo que os objetos sejam construídos. 

Em alguns casos, pode ser preciso realizar o acabamento nas peças, mas, com a tecnologia que a indústria 4.0 trouxe para os dias atuais, muitos desses produtos já saem do molde com o seu formato final. 

Em geral, o plástico sintético é o mais utilizado no setor, mas o tipo do material pode variar conforme a demanda específica de um cliente, de maneira que a industria de injeção plastica pode fornecer um serviço cada vez mais específico. 

As vantagens do uso do plástico nos mais diversos setores

O plástico é um dos materiais mais presentes na vida das pessoas hoje em dia, sendo um recurso de praticidade, versatilidade e que traz benefícios não apenas para a rotina familiar, mas também para vários setores do mercado. 

Isso porque ele oferece vantagens como:

  • Atoxidade;
  • Fácil reciclagem;
  • Isolamento termo-acústico;
  • Resistência ao calor; 
  • Boa relação de custo-benefício na produção.

Por ser um material atóxico, o plástico é utilizado para as mais diversas finalidades, o que inclui a embalagem de alimentos e até mesmo de medicações. 

Não à toa, é indispensável para que se produza insumos para diferentes áreas. No setor de saúde, por exemplo, ele é indispensável para a confecção de seringas, frascos de vacinas, de bolsas de transfusão, etc.

Além disso, não contamina o meio ambiente e, por ser de fácil reciclagem, é considerado um material sustentável. Por isso, em algumas situações, é indicado a sua utilização em detrimento de outros tipos de produtos, evitando riscos para a saúde das pessoas. 

Mas a sua utilidade não para por aí. As propriedades encontradas no plástico ainda o tornam um eficiente isolante termo-acústico, impedindo a entrada de altas temperaturas e de sons altos em um determinado ambiente. 

Em paralelo, são maus condutores de energia, o que o torna seguro para isolar áreas de risco de eletricidade, por exemplo. Podem ser, justamente por isso, soluções em containers que serão transformados em residências. 

Vale ressaltar também a sua resistência ao calor, o que quer dizer que ele não perde o seu formato quando exposto a alguns níveis elevados de temperatura. 

O plástico é um material resistente e flexível ao mesmo tempo, de maneira que ele acaba se tornando uma ótima opção para quem precisa de um produto com essas características, além de ser leve, aspecto que facilita o seu manuseio. 

Por fim, é importante mencionar o seu custo-benefício para a produção de várias indústrias, pois uma grande quantidade do material pode ser utilizada para a confecção de vários produtos, diminuindo altos gastos com matéria-prima e garantindo uma boa qualidade. 

Considerações finais

A indústria plástica nacional possui um cenário cada vez mais favorável para o seu desenvolvimento. Além de ser um setor em crescimento, é também um dos que mais fatura e que mais emprega pessoas em todo o país. 

Justamente por isso, é uma área de alto valor econômico no Brasil, sendo responsável por contribuir no oferecimento de produtos com diferentes utilidades, mas que podem ser adquiridos sem que apresentem altos custos. 

A injeção de plástico é um dos serviços mais buscados no segmento. Graças à tecnologia, hoje é possível contar com processos automatizados e eficazes, que não apenas aprimoram a qualidade dos itens, mas garantem que eles sejam rapidamente produzidos. 

Ao mesmo tempo, é fundamental falar sobre o quanto o plástico é um material indispensável para os mais variados setores, possuindo diversos benefícios que fazem com que ele seja econômico, resistente e sustentável. 

Além das suas vantagens no que diz respeito à produção, ele ainda auxilia no transporte das mercadorias, sendo o peso do material um fator de relevância nesse sentido.

Dessa maneira, o potencial de crescimento da indústria do plástico no Brasil é cada vez mais positivo, mostrando o quanto ela é indispensável para o desenvolvimento econômico nacional. 
Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Leave a Reply