O que significa “lead” em marketing digital?

No marketing, um lead é considerado um possível cliente, ou seja, um usuário interessado nos produtos ou serviços oferecidos pelo seu site, para que eles possam se tornar um cliente em potencial.

Um lead é identificado de acordo com as ações tomadas, por exemplo, um usuário que forneceu suas informações de contato para obter informações adicionais automaticamente se torna um cliente em potencial com uma alta probabilidade de fazer uma compra ou contrato. .

No entanto, sua definição pode variar de acordo com o campo de marketing em que é usado ou o setor em que é gerenciado.

Confira também: Leads B2B – Potencialize suas Vendas agora mesmo.Leads

Certas empresas operam com um conceito um pouco diferente, por exemplo, algumas consideram um lead como o usuário que está prestes a concluir a aquisição do que vende.

Enquanto isso, outros especialistas ou empresas são fiéis à idéia de que um lead é uma pessoa que fornece seu número de telefone ou e-mail para ser contatado mais tarde.

Nesse sentido, é importante saber que tipos de leads existem

Alguns especialistas em marketing comentam que, quanto mais próximo o usuário estiver de uma compra, mais “quente” será a vantagem. Mas o que muitos esquecem é que certas pessoas, apesar de terem enviado seus dados, não se aplicam ao perfil do consumidor.

Entendemos então que cada lead tem seu ciclo de vida e que eles podem ser classificados da seguinte maneira.

– Assinantes:

Eles podem ou não ser considerados leads. De fato, há quem diga que são “quase leads” ou “50% leads”. Isso acontece porque os assinantes ainda não estão no estágio inicial da compra; no entanto, eles concordaram em receber algum tipo de informação do site ou marca, sejam algumas notícias ou atualizações, para que você tenha um meio de entre em contato como e-mail ou alias em uma mensagem instantânea.

– Lead simples:

Esse usuário está no estágio Top of the Tunnel ou TOFU, ou seja, ele acabou de conhecer a marca e está se educando sobre sua existência. Um lead localizado nessa fase, também conhecido como funil de conversão, é aquele que fornece suas informações básicas pelas quais pode ser contatado mais tarde, mas ainda está longe de fazer uma compra.

– Lead qualificado ou MQL:

O Líder Qualificado de Marketing ou MQL for Lead Abreviado de Marketing é aquele que mostra interesse no que oferecemos repetidamente. Geralmente, eles acessam o conteúdo do nosso site em mais de uma ocasião e solicitam informações extras repetidamente. Essas pessoas estão no meio da fase do túnel ou MOFU, que também é conhecida como “estágio de consideração”.

É quando o consumidor em potencial analisa as diferentes alternativas e o vendedor inteligente oferece soluções para seus problemas ou necessidades.

– Lead para venda ou SQL:

Esse é o usuário que todos queremos alcançar, é o lead qualificado para venda ou o Sales Qualified Lead (SQL). São as pessoas que respondem à oferta do produto de maneira positiva, ou seja, estão muito mais próximas da compra. Nesse ponto, obviamente, você deve ter informações mais abrangentes sobre o lead e isso estaria intrinsecamente relacionado à venda. O SQL está localizado na fase Lower Tunnel ou BOFU, também considerada como o “estágio de decisão” no qual se espera que a conversão desejada seja alcançada. Aqui, o lead já examinou minuciosamente sua marca, por isso é aconselhável oferecer mais conteúdo personalizado.

Depois de entendermos os tipos de leads que podemos encontrar, é prudente responder à seguinte pergunta:

Para que servem os leads?

Graças às tendências digitais atuais, um profissional de marketing não deve estar perseguindo clientes em qualquer lugar. Pelo contrário, o fácil acesso às redes permite que eles se dediquem a encontrar as informações de que precisam por conta própria.

Isso está relacionado a um fenômeno bastante característico deste século: a auto-suficiência.

Nesse sentido, os usuários pesquisam tudo o que desejam comprar antes de entrar em contato com o fornecedor.

De fato, em muitas ocasiões, quando você se depara com um lead, é provável que você já esteja ciente de certos detalhes que obteve através de guias de compra, sites de comparação, vídeos explicativos, análises, entre outros.

Mas, não se preocupe, não é contraproducente. De fato, é aqui que podemos destacar outro fator importante dos leads.

Perspectivas (leads) são pessoas e, como tal, precisam cobrir certas necessidades humanas. Entre eles está a interação. Para entendê-lo com mais facilidade, apesar de ter muitas informações sobre algo, o ideal é que sua marca ou empresa possa oferecer ao cliente a possibilidade de criar algum tipo de conexão com o que você vende. Dessa forma, você pode gerar lealdade dos usuários para sua marca.

Além disso, temos os bancos de dados. A organização de informações sobre as pessoas interessadas em seus produtos ou serviços permite entender e comparar os diferentes fatores envolvidos no relacionamento com seu público, o que é essencial para o desenvolvimento de estratégias de marketing ou vendas e, ao mesmo tempo, , determine um valor monetário real para cada lead.

Por outro lado, temos as contribuições geradas pelo primeiro cliente em potencial, uma vez que seu papel é decisivo na realização:

Nutrição de leads ou nutrição de leads: é uma técnica que estabelece o relacionamento entre o vendedor e o possível comprador. Seu objetivo é que o lead avance mais rapidamente, o que significa ser um guia no que é conhecido como “Jornada do Comprador”, para que um lead frio se torne um cliente específico. Nesse momento, informações de qualidade são enviadas ao usuário para que ele desenvolva afinidade com a marca, produto ou serviço; por esse motivo, é importante conhecê-lo e obter seus dados.

Pontuação de chumbo ou qualificação de leads: é uma metodologia complementar que busca medir o ponto exato do “funil de conversão” encontrado pelo usuário. Em outras palavras, sua função é saber em que estágio do processo o cliente está. Esta pesquisa permite atribuir uma pontuação a cada lead de acordo com as ações ou tarefas que eles executam. A idéia principal desse método é acumular pontos, o que significa que quanto maior a quantidade, maior o interesse que o usuário tem em nós e, consequentemente, nossas possibilidades de vendas são maiores.

Conclusão:

Agora que sabemos o que são leads, quais tipos de leads existem e para que servem, é importante ter em mente que o marketing digital não requer apenas a geração de leads, mas também o acompanhamento deles.

Além disso, a chave para o sucesso do seu site é, nada mais e nada menos, do que as estratégias feitas com base na obtenção de leads de qualidade e sua respectiva conversão.

Em conclusão, os leads são o impulso e o motor da sua marca. Encontre uma maneira de chamar sua atenção e seus negócios crescerão com rapidez e eficiência.

 

Leave a Reply